Uma decepção que dói

Eu me sinto violada. Talvez eu esteja exagerando, mas isso não seria nenhuma novidade. Mas, é assim como me sinto. Por duas vezes eu me senti assim: Uma com o cara do beijo, e a outra com aquele que eu não vou nomear. Mas o que está me machucando não é o fato de ter sido desrespeitada duas vezes, mas ter sido desrespeitada uma segunda vez por alguém que eu não esperava nunca que o fizesse.

Talvez um dia, em algum momento da minha vida, eu já tivesse desejado que isso acontecesse, mas no momento em que eu vi as coisas tomarem aquela proporção eu senti mais do que nunca no meu coração o quanto aquilo era errado, e o quanto eu não queria aquilo. E agora quando eu penso nesses momentos em que fui desrespeitada pela única pessoa no mundo que eu não suportaria que o fizesse, eu sinto tanto nojo, mas tanto nojo, que mal posso imaginar encontrá-lo de novo. 

O meu desejo é que ele suma da minha vida para sempre, pra eu não ter que lembrar do que ele fez cada vez que estiver na presença dele. E a dor de ter que agir naturalmente, como se eu não soubesse que ele o fez, como se eu fosse idiota demais para compreender. A angústia de saber que isso aconteceu quando eu estava tão vulnerável…

Me sinto como qualquer outra mulher que tenha tido sua privacidade invadida, apesar de não ter chegado a ser isso de fato. Mas é assim que minha mente grita para mim. E o amor que eu um dia senti por essa pessoa morreu todo depois desses eventos. E tem morrido cada vez mais a cada dia que eu percebo que ele não era tão bom quanto eu achava que era, nem tão justo, nem tão fiel, nem tão inocente assim.

E agora eu já nem sei mais se valeu tanto eu ter rezado e pedido a Deus por tantos anos da minha vida pela felicidade de alguém que acabou por fazer de mim uma pessoa infeliz. Infeliz porque eu tenho até mesmo nojo de pensar em ser tocada por alguém outra vez, porque agora além de tudo eu tenho dentro de mim um medo que eu nunca antes pensei poder nutrir, mas que me impede de acreditar que exista algum ser humano puro na face da terra; alguém que não te enxergue como um objeto.

Eu estou muito triste.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s