Sumi mas voltei

Oi!

Deu vontade de passar aqui pra dar um oi!

Na verdade, deu vontade de passar aqui e dizer mais que oi, dizer tudo que aconteceu e tem acontecido que é… nada! rá! Mas mesmo assim, deu vontade de contar vários nadas aqui feito eu fazia uns anos atrás. 2, 3 anos atrás. Caraca, o tempo passa. E eu que achava que ele tinha parado pra mim… Doce ilusão.

Às vezes eu queria que o tempo parasse, mas logo passa. Muitas vezes eu gostaria que o tempo corresse. A verdade é que eu ando muito confusa. Hoje faz exatos 1 ano e 6 meses que eu vim para os EUA. Sim, 1 ano e meio que estou vivendo essa loucura (e ao mesmo tempo calmaria). É difícil explicar… A verdade é que é tudo mumito relax aqui… Acordo cedo, cuido de criança, faço meu dinheirinho e volto pra cama. È uma mistura entre ter responsabilidade e não ter responsabilidade alguma. Digo isso porque apesar de parecer que eu tenho uma vida muito ocupada no fundo no fundo eu sei que não. Eu teho uma vida muito relaxada aqui apenas cuidando de criança (mesmo que essas crianças sejam as crianças que eu mais amo no mundo). Eu tenho dormido muito, comido muito, engordado muito, estudado nada! Não sou melhor em nada depois que cheguei aqui. Quero dizer, eu sou sim melhor em alguns aspectos, em outros tenho me tornado cada vez pior, mas o que quero dizer mesmo é que não tenho aprendido nada de realmente útil para minha profissão e isso me apavora!

Me dá muito medo pensar que em seis meses essa vida boa vai acabar e o mundo real vai me chaamr e eu não vou ter nada para oferecer porque estive dormindo este tempo todo. Sim, eu estive dormindo. E dormi muito, viu. Não me orgulho, eu sei bem que não me esforcei de verdade para fazer algo melhor por mim.

Eu só não queria voltar pra casa… Eu queria construir algo diferente, algo que eu não pude construir aqui. Queria ir pro Canadá, queria fazer minha vida lá. Queria estudar, trabalhar, ser eu naquele país! Não aqui, não no Brasil, mas no Canadá! Mas talvez não seja mesmo pra ser… Talvez it isn’t meant to be. E enquanto eu escrevo essas palavras eu torço para que seja mais um dos meus enganos mas algo me diz que eu não seria tão sortuda. È, parece que em breve eu voltar pra casa. E seja o que Deus quiser… Deus sabe que eu não queria voltar pra aquela rotina…

Olha, não me leva a mal… Eu amo meu pai, amo minha mãe e meus irmãos, quero muito ter de volta a companhia das minhas avós queridas antes que seja tarde, meus amigos, minhas primas, mas… Eu me sinto muito melhor estando aqui, longe dos problemas. Sabendo apenas aquilo que é importante saber. Eu me acostumei com a saudade. Claro que ainda dói, saudade sempre dói. Mas os problemas… não fazem falta.

Além do mais, eu nunca me imaginei morando o resto da minha vida em Recife. Eu não sou de lá e disso eu tenho certeza. Então, será que seria pedir demais pedir por um milagre? Só um pequenininho?

Então se não for atrapalhar, Deus, manda um milagre aqui que eu estou precisando! Só mais essezinho (até eu precisar de outro)! Por favorzinho!

 

marinamariah.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s